Aumente os níveis de testosterona no organismo utilizando apenas alternativas naturais

A testosterona é um importante hormônio para o bom funcionamento do organismo e, principalmente, para a qualidade sexual do homem. Existem situações que a testosterona pode ficar em níveis baixos, prejudicando o desempenho sexual do individuo, o que leva a insatisfação de muitos casais. Portanto, aumentar a testosterona quando estão em níveis baixos é essencial para o corpo do homem.

Além disso, o problema pode aumentar as chances do individuo desenvolver disfunções sexuais como a ejaculação precoce ou disfunção erétil, por exemplo. Isso porque, todos esses fatores estão ligados ao emocional do homem.

Estar com os níveis de testosterona baixos, faz com que o humor, concentração e o controle da mente fiquem prejudicados, pois, ele é essencial para promover energia, preservar nossa memória e aumentar a libido.

Portanto, neste artigo você poderá desfrutar de dicas valiosas que ajudarão a restaurar o seu desempenho sexual de maneira natural, como suplementação adequada que não apresenta efeitos colaterais por sua composição ser 100% natural, como também alimentos ricos em vitaminas que estimulam a produção da testosterona no organismo.

Alternativas para aumentar a testosterona

A testosterona é um hormônio masculino responsável por várias características do corpo do homem. Por isso, a sua presença é bastante importante para manter o funcionamento do corpo em equilíbrio, além de fornecer estímulos sexuais, como o aumento da libido.

Para aumentar a sua produção, o ideal é que você mescle uma alimentação correta com o uso de suplementação. O mais legal é que é possível aumentar a testosterona de forma 100% natural e saudável. Para isso, você deve ingerir a suplementação necessária para a produção correta da testosterona no corpo.

O BlueCaps Turbo é líder de indicação no assunto. Isso porque, além de ser uma suplementação 100% natural, ele possui diversos benefícios capazes de mudar a sua vida sexual.

aumentar a testosterona

Se você deseja melhorar a potência sexual, e equilibrar os níveis da testosterona do corpo, então clique aqui e conheça todos os benefícios que essa poderosa suplementação proporcionará a sua saúde.  E, o mais interessante é que seu custo-beneficio é o melhor do mercado.

Alimentos que ajudam a aumentar a testosterona

Agora, vamos listar os principais alimentos responsáveis por ajudar a aumentar a testosterona no corpo. Lembrando que, antes de iniciar qualquer tratamento, é recomendável consultar-se com o especialista para um disgnóstico correto das causas da baixa produção da testosterona no organismo.

Carnes magras

Principais fontes de proteínas, as carnes magras são essenciais na dieta de quem deseja produzir mais testosterona de forma natural.

Alcatra, filé mignon, maminha, fraldinha e baby beef são os mais indicados, sempre livres daquela capa de gordura e, de preferência, grelhados. Peito de frango grelhado e peixes, que têm menos calorias que carnes bovinas, também são boas pedidas.

aumentar a testosterona

Além do mais, as carnes magras também são fonte de zinco e contam com baixas taxas de gordura saturada, importantes para sintetizar a testosterona em nosso organismo.

Gorduras saudáveis

Sim, certos tipos de gorduras também podem ser saudáveis!

Alimentos como nozes, castanhas, azeitonas, amêndoas, azeite extra-virgem ou de oliva, linhaça, abacate e óleos vegetais – coco, canola, soja e girassol, são extremamente ricos neste ingrediente e devem ser consumidos em maior quantidade para aumentar a dosagem do hormônio masculino no organismo.

Frutas

Frutas são benéficas de diversas formas para nosso corpo. Maçã e banana, por exemplo, colaboram com a produção de zinco, elemento fundamental para síntese da testosterona.

Já tomate, laranja, maracujá, limão, acerola e morango têm grandes quantidades de vitamina C em sua composição, um importante aliado da produção hormonal.

Verduras e legumes

Abóbora, pimentão, brócolis, repolho e couve são os vegetais mais indicados para incluir em uma dieta que pretende elevar os níveis hormonais masculinos.

aumentar a testosterona

Esses alimentos contribuem para que as taxas de estrogênio – hormônio feminino – diminuam, evitando o acúmulo de gordura e impedindo que o crescimento muscular seja prejudicado.

Ovos

Assim como as carnes, os ovos são indispensáveis para quem deseja “crescer”. Ricos em proteínas e colesterol bom – ou seja, gorduras saudáveis-, eles também são fontes vitais para uma maior produção da testosterona.

Feijão

Vegetal com grande quantidade de zinco em sua composição, o feijão tem pouca gordura, bastante proteínas e fibras. Esses grãos são excelente para o processo de aumento da produção do hormônio em questão.

Não basta apenas isso!

Os alimentos que listamos acima são os mais indicados para sua dieta voltada ao aumento da produção de testosterona de forma natural.

Note que ela deve ser baseada  também na ingestão de zinco, magnésio, boro e aminoácidos, afinal, são componentes essenciais para aumentar a testosterona no organismo.

  • Mas lembre-se: para obter os resultados desta elevação hormonal, não basta contar apenas com a ingestão de certos itens.

É preciso praticar atividades físicas com regularidade, de três a quatro vezes por semana pelo menos, dormir adequadamente e reduzir o estresse provocado pela rotina diária.

aumentar a testosterona

Além de tudo, uma maior produção de testosterona tem o poder de melhorar sua vida de um modo geral, inclusive a sexual, pois lhe dará maior disposição e energia.

Outra dica extremamente importante é cortar ao máximo o açúcar que você ingere diariamente. Um estudo feito em 2012 mostrou que quando ingerimos açúcar nossos níveis de testosterona podem baixar até 25% pela próximas 2 horas.

Agora pense em quantas vezes você ingere açúcar durante o dia? Café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar… E o dia passa e seu nível de testosterona lá em baixo!

Além de fazer muito bem para sua saúde cortar a quantidade de açúcar que você ingere, ainda vai ajudar no aumento da testosterona.

Como saber se meus níveis de testosterona estão baixos?

O ideal para saber como andam seus níveis de testosterona é fazer um exame de sangue ou um teste da saliva. Mas, é claro que existem alguns sintomas que indicam o problema, confira alguns deles:

  • Perda de massa óssea ou osteoporose;
  • Baixo apetite sexual;
  • Pensamento confuso ou falta de memória;
  • Alterações bruscas no humor;
  • Baixo crescimento de pelos no corpo;
  • Dificuldade em ganhar massa muscular;
  • Acúmulo de gordura no corpo;
  • Cansaço excessivo;
  • Dificuldades para dormir.

O que pode causar a queda dos níveis da testosterona?

O estilo de vida atual não é nenhum pouco propício para a produção de testosterona. Existem vários fatores que podem causar a queda nos seus níveis de testosterona, alguns deles são:

  • Alimentação de má qualidade: Comer os alimentos errados é um dos grandes motivos pelo qual você possivelmente está com seus níveis de testosterona baixos.
  • Sedentarismo: Sem exercitar-se não rola, né brother?
  • Estresse: Relaxa!
  • Pouco sono: Se você é daqueles que vira a noite, tem insônia e dorme mal, provavelmente tem uma disfunção nos seus níveis de testosterona.

Além disso, o consumo de alguns medicamentos como a finasterida (para combater a queda de cabelos) ou bromoprida (para melhorar a digestão) auxiliam demais para a queda da testosterona no seu organismo.

A forma mais indicada para aumentar a testosterona

A forma mais indicada de aumentar os níveis hormonais é utilizar de alternativas naturais no tratamento. Portanto, seguindo nossas dicas e consumindo alimentos que favorecem e estimulam a produção da testosterona no corpo, alinhada a suplementação segura, natural e sem efeitos colaterais, o resultado é incrível.

As consequências que esse distúrbio tem sobre o corpo pode ser ainda pior quando afetam a vida sexual do homem e, principalmente, conjugal. É comum manifestações de baixa libido, dificuldade de concentração no sexo, o que pode gerar disfunção erétil, e descontrole ejaculatório.

Não deixe esses problemas estragarem sua relação, muito menos sua autoestima e confiança. Se você deseja ser ajudado, então comece com atitudes que irão resolver o problema.

Recupera a vitalidade sexual, autoestima, saúde do corpo e tenha mais disposição para ser o verdadeiro homem que deseja ser. Clique aqui e descubra como mudar isso de uma vez por todas.

Comentários

  1. Daniel Responder

    Posso ingerir testosterona, sem malhar, ou alimentação saudável? Quais os efeitos colaterais

  2. Marcelo Responder

    Soja é conhecida como fonte principal de estrogênio. Não acreditei ao ler esse texto, perdi a confiança nas demais orientações.??

    • Macho Em Série Responder

      Olá, Marcelo
      pesquisas recentes mostram que a soja não possui o hormônio estrogênio nem diminui o hormônio testosterona. A soja em si contém isoflavonas, conhecidas como Fitoestrogênios, com estrutura semelhante ao estrogênio, mas que funcionam de forma diferente, pois auxiliam na perda de massa gorda e ganho de desempenho. Não há evidência comprovada pela ciência que o uso da proteína de soja tenha efeitos negativos nos níveis de testosterona.
      Fonte: https://www.leandrotwin.com.br/site/blog/alimentacao/soja-abaixa-nivel-de-testosterona-e-comprovado/

      • Dr. House Responder

        Respondendo aqui em relação à soja, é verdade que não há registo 100% comprovativo de que soja reduza a testosterona. Mas uma realidade é que a soja está relacionada com a produção de estrogénio. Obviamente o organismo varia de pessoa para pessoa, mas de um modo geral podemos dizer que a soja não se adequa para o aumento de testosterona, que pode ter um efeito contrário de certo modo.

        • Pedro Freire Responder

          Soja não abaixa a testosterona? então coma durante uma semana depois me diga os resultados!
          Soja não só abaixa como DESTRÓI a testosterona, de que adianta não ter estudos comprovando se na prática todos sabemos oque acontece!

      • Eduardo Responder

        Cara, é só ler as pesquisas no google acadêmico, qualquer um pode tirar suas conclusões, acho uma irresponsabilidade da sua parte ao dizer que a soja não contém estrogênio sendo que 98% das pesquisas científicas dizem o contrário

  3. www.theunofund.cn Responder

    Hey! Do you know if they make any plugins to assist with Search Engine Optimization? I’m trying to get my blog to rank for some targeted keywords but I’m not seeing very good success.
    If you know of any please share. Thanks!

  4. Ashli Responder

    I’m really impressed with your writing skills and also with the layout on your weblog.
    Is this a paid theme or did you modify it yourself? Either way keep up the nice quality writing, it is rare to see a great blog
    like this one these days.

  5. jugos10.net Responder

    🙂

    Estuve leyendo tu redaccion y hay cuantiosas informacion que no
    sabia que me has aclarado, esta espectacular.. te queria agradecer el espacio que dedicaste, con unas
    infinitas gracias, por instruir a gente como yo jujuju.

    Besos, saludos

  6. Mireya Responder

    When some one searches for his necessary thing,
    thus he/she wishes to be available that in detail, thus that thing is maintained over here.

  7. mẹo vặt Responder

    With havin so much content and articles do you ever run into any issues of plagorism or copyright violation? My website has a lot of unique content
    I’ve either written myself or outsourced but it appears
    a lot of it is popping it up all over the web without my agreement.

    Do you know any techniques to help stop content from being ripped off?
    I’d genuinely appreciate it.

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Como curar a ressaca: o guia definitivo! | Macho Em Série
  2.  Como ganhar massa muscular: alimentos para consumir pré e pós-treino
  3.  Como funciona a Terapia de Reposição da Testosterona
  4.  Alimentos que aumentam a libido e ajudam no desempenho sexual :
  5.  Como fazer o Melhor Sexo Oral: O que aprendemos com Johnny Sins
  6.  17 fatores que podem estar sabotando o seu desejo sexual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *