Como tratar a testosterona baixa de forma natural?

[Total: 1    Média: 5/5]

Sua vida sexual não precisa parar devido à testosterona baixa: você só precisa saber como regular os níveis de hormônio de forma natural.

Percebeu algum sintoma de testosterona baixa?

Conheça alternativas naturais para lidar com o problema sem prejudicar a saúde ou deixar a vida sexual ou de lado

[ Atenção ] Como leitor do blog você pode comprar mais barato. Siga as instruções para sua compra com 25% de desconto:

testosterona baixa

1- Clique nesse link >> BullCaps – Condição Especial Cupom 25% de Desconto;

2- Na página do site, você terá acesso 3 opções de kit. Escolha o que mais te atende e clique no botão do kit;

3- Depois que você selecionar o kit, basta clicar no link “Possui Cupom de desconto?” próximo ao valor do pedido;

4- Na janela que irá se abrir, insira o código promocional: PROMOVIP

5- Clique em “OK”

6- Pronto! Você já pode fechar sua compra com 25% de desconto.

O Hormônio Masculino Testosterona

A maioria de nós homens se acha autorizado a fazer comentários sobre o hormônio feminino mesmo não entendendo nada sobre isso.

Talvez até você já tenha feito algum comentário infeliz sobre TPM, menstruação, etc. Mas… o que você sabe sobre os próprios hormônios?

Sobre testosterona baixa? Ou alta? O quanto você sabe sobre a própria saúde?

Em primeiro lugar, os homens também produzem o estrogênio, conhecido como hormônio feminino.

Em segundo lugar, os homens também são afetados pela produção hormonal.

A testosterona, o principal hormônio masculino, influencia o comportamento e o desempenho sexual. 

De acordo com a endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia, Ruth Clapauch, os níveis de testosterona no organismo do homem caem naturalmente com o passar da idade.

Essa redução se acentua a partir dos 40 anos, com queda de produção de testosterona em aproximadamente 1% ao ano.

No entanto, os trintões de plantão passam por um declínio fisiológico da testosterona, o que é absolutamente normal.

Mas vários outros motivos podem ocasionar a diminuição da produção de testosterona, às vezes até antes do previsto. 

Sedentarismo, estresse, obesidade, alimentação desequilibrada, efeitos colaterais de remédios, entre outras razões, podem estar por trás da testosterona baixa.

Em geral, os níveis adequados de testosterona variam de 300 a 900 nanogramas por decilitro de sangue.

Sendo assim, o artigo de hoje explica como a testosterona baixa pode afetar seu organismo.

Se você identificar algum dos sintomas da baixa dosagem do hormônio ou continuar em dúvida, procure ajuda especializada

O que eu preciso saber sobre testosterona?

A testosterona, principal hormônio sexual masculino, está presente em humanos e animais machos.

Sem ela, não existem testículo ou próstata saudáveis, aumento de massa muscular, maturação dos ossos e crescimento de pêlos.

Muito menos bem estar. Desempenho sexual então, nem pensar. Por isso o equilíbrio é tão importante!

Presente numa quantidade excessivamente alta, a testosterona facilita comportamentos de agressividade (o que não significa praticar atos de violência, certo?), aumento na quantidade pêlos e até, imagina, atrofia dos testículos

Similarmente, níveis baixos de testosterona podem interferir no cansaço, humor, acúmulo de gordura, massa óssea e, infelizmente, no interesse sexual.

Afinal, a testosterona é exatamente o hormônio que torna você um homem e mantém a sua força, energia e disposição.

Por isso algumas vezes você se sente cansado mesmo tendo dormido bem, por exemplo.

Seu organismo não suporta a carga física e mental da rotina porque esse hormônio masculino provavelmente está em falta no seu corpo.

Veja abaixo um vídeo do médico Vitor Azzini em que ele explica os principais sintomas da testosterona baixa:

A testosterona baixa e o sexo

Antes de tudo, a primeira mudança que muitos homens costumam notar quando os níveis de testosterona estão baixos é a diminuição do desejo sexual.

Uma das principais ações da testosterona no cérebro é tornar os sinais sexuais mais atrativos.

Sejam eles visuais ou auditivos – quem é que não gosta de, no momento certo, ouvir uma sacanagem ao pé do ouvido?

É por isso que, com a queda nos níveis de testosterona, não há desejo sexual e a performance na cama acaba prejudicada e causando frustração.

Não só para o homem, que não satisfaz o próprio desejo, mas também para a mulher, que fica apenas na vontade.

Ou seja, além da falta de vontade por sexo, o homem também pode sofrer com a disfunção erétil, resultando na tão temida brochada

Portanto, fique atento aos sintomas, observe o comportamento do seu corpo e, se preciso, registre. Tudo isso fará diferença ao procurar um especialista

Como tratar a baixa dosagem de testosterona

Antes de procurar por tratamentos, é preciso comprovar a queda da produção hormonal.

Às vezes mantemos distância de exames, mas é sempre bom estar ciente do que ocorre no seu corpo. Como diz o nosso avô, “é melhor prevenir do que remediar”. 

Nesse sentido, os exames laboratoriais (de sangue ou espermogama) ou clínicos (de toque, densitometria óssea ou ecografia da próstata ou do abdômen) poderão apontar se sua produção de testosterona está dentro da média. 

Entre os tratamentos possíveis está a Terapia de Reposição da Testosterona (TRT), administrada por meio de injeções, em casos mais comuns, ou de géis e adesivos cutâneos. 

Apesar de a TRT ser um tratamento comum, o procedimento ganhou visibilidade negativa ao ser considerado uma conduta dopante no mundo das lutas marciais mistas (MMA).

Acontece que muitos, por motivos estéticos, estão atrás da TRT com o objetivo único de ganhar massa muscular.

Com a administração irresponsável da TRT causa excesso de hormônios, aumentam as chances de câncer de próstata, infarto, insuficiência cardíaca e até acidente vascular cerebral (AVC). 

Ainda assim, há quem recorra a métodos duvidosos de reposição de testosterona.

Mas na maioria dos casos, os níveis de hormônio podem ser equilibrados com alguns ajustes na alimentação, estilo de vida e suplementação.

Como aumentar os níveis de testosterona naturalmente em 3 dicas 

testosterona baixaPara evitar os níveis baixos de testosterona, muitos homens ignoram os tratamentos naturais.

Mas o que eu tenho para te dizer, meu amigo, é que a melhor opção é procurar como aumentar a testosterona naturalmente para evitar efeitos colaterais. 

Se você quiser todas as dicas em apenas um livro, aqui está e-book exclusivo com 3 formas de aumentar a testosterona naturalmente.

1) Alimentação equilibrada

Certamente alguns alimentos têm vitaminas e minerais necessários para a produção de testosterona no organismo.

A mudança de hábitos alimentares, aliada com a prática de exercícios, por exemplo, pode trazer o resultado desejado. 

Entre as substâncias que estimulam a produção de testosterona, estão: 

Zinco: encontrada em ostras, fígado, feijão, castanha e sementes de girassol;

Vitamina A: concentrada em frutas como manga, mamão, frutas cítricas, espinafre, leite, tomate e óleo de peixe;

Vitamina D: encontrada salmão, atum, sardinha ou ovo.

2) Atividades físicas regulares

É possível elevar a produção de testosterona ao executar exercícios que exigem vários grupos musculares de uma só vez.

Para identificar esse tipo de exercício, observe se na mesma prática você move mais de uma articulação, como cotovelos e ombros ou joelhos e quadril. 

Alguns exemplos de treinos desse gênero: supino, pulley costas, remadas, flexão de braços, afundo, levantamento terra. 

Além disso, algumas atividades aeróbicas de alta intensidade, como a prática de crossfit ou de lutas como o muay thai, geram grande movimentação metabólica e combatem a testosterona baixa.

O mesmo vale para treinos intensos, mas de curta duração, como tiros de corrida.

3) O suplemento natural BullCaps

O BullCaps é 100% natural e possui inúmeros benefícios. Seus ingredientes são extraídos da natureza e combinados para formar um produto que não só melhora a performance sexual, como faz bem para a saúde.

>>> Não se esqueça de usar o código promocional: PROMOVIP

É por ser natural que não há nenhuma contraindicação ou efeito colateral. Qualquer homem, independente da idade, pode consumir o BullCpas com tranquilidade.

Ele vem se tornando um fiel aliado da população masculina, pois contém em sua formulação vários nutrientes responsáveis pela produção de testosterona, além de repor as necessidades nutricionais diárias do homem

Só para exemplificar, os principais ingredientes são: 

Ginseng: raíz medicinal utilizada principalmente para tratar problemas como fadiga, falta de concentração, estresse, cansaço físico e mental, impotência sexual, além de regular a pressão sanguínea;

Marapuama: planta muito utilizada no tratamento de problemas de circulação, anemia, queda de cabelo, falta de libido e disfunções sexuais como a ejaculação precoce;

Guaraná: famoso por suas propriedades estimulantes, melhora a vontade e disposição para o sexo;

Catuaba: planta medicinal utilizada em remédios afrodisíacos e também como tratamento natural da impotência masculina.

Ajuda a combater a falta de memória e o esgotamento mental;

Maca peruana: fonte de vitaminas e minerais como como cálcio, potássio, ferro, magnésio, fósforo, zinco, além de uma infinita lista de outros nutrientes riquíssimos;

Açaí: fruto muito rico em antioxidantes com propriedades estimulantes. Previne o envelhecimento, melhora o sistema cardiovascular e dá energia. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *