Tipos de Vagina: Anatomia do corpo feminino para ser explorada na hora do sexo

Tipos de Vagina: Anatomia do corpo feminino para ser explorada na hora do sexo
5 (100%) 1 vote[s]

É o que muitos homens se perguntam: se todas as vaginas são iguais, porque elas mudam de aparência, de formato e tamanho de uma mulher para outra? Afinal, não é tudo igual?

Não exatamente. Quem garante a aparência externa do órgão genital feminino não é a vagina e sim a vulva. Já ouviu falar da vulva da mulher? É preciso entender acima de tudo que tanto a vagina como a vulva são únicas, para cada mulher.

De qualquer maneira, é conceitual que as vulvas possuem inúmeras formas e colorações e nenhuma é igual a outra, como uma impressão digital: cada mulher tem a sua e, apesar de parecidas, não são iguais.

As diferenças entre vulva e vagina

Para grande parte dos homens, vagina é vagina, pronto e acabou. Mas não é bem assim. A vagina é interna e muda de tamanho e profundidade, mas não é a responsável pela aparência externa do órgão genital feminino.

Quando do ato sexual, a vagina se dilata, em profundidade e em largura também. A vagina, teoricamente falando, é uma estrutura tubular compreendida entre a vulva e o útero da mulher.

E a vulva? É ela que garante a parte externa do órgão feminino, e é constituída por muitas partes, a saber:

  • Os grandes e os pequenos lábios;
  • O capuz do clitóris;
  • O clitóris;
  • A mucosa, que é um tecido muito fino e delicado, entre as saídas dos ductos da secreção vaginal (glândulas de lubrificação);
  • A saída externa da uretra feminina;
  • O próprio orifício da vagina, que acaba no chamado períneo, que é a espaço compreendido entre a vagina e o ânus.

Deu para perceber que a vulva não é mole não! Em uma matéria do Portal Dráuzio Varella, você consegue ficar sabendo outros tantos detalhes sobre a vagina. Confira!

Órgão genital feminino: são como impressões digitais da mulher

É exatamente isto: vulva e vagina são únicas, para cada mulher. Você pode encontrar algumas características parecidas, como pelos mais louros, outros mais enroladinhos, mais escuros ou claros, lábios maiores ou menores, e tantas outras variações.

tipos de vagina

Mas enfim, não são iguais, apesar de parecidas. O próprio clitóris tem suas particularidades, já reparou? Ele varia tanto que pode ser mais caidinho, ter um tamanho mais avantajado e, inclusive, chega a incomodar algumas mulheres.

Deu para perceber que as vaginas não são iguais mesmo. Entenda porque a aparência delas mudam tanto na matéria do site noticias.bol.uol.

As diferentes profundidas da vagina

Já dissemos que elas são únicas, mas mudam de profundidade: algumas são mais profundas e outras nem tanto. E importante: esta profundidade não está associada ao tamanho da mulher, sua altura, etc.

Isto quer dizer que você pode encontrar uma mulher de estatura mediana e esta mesma mulher ter uma vagina maior, mais profunda. O contrário também é válido, ou seja, uma mulher mais alta com uma vagina curta.

No entanto, a vagina tem uma estrutura totalmente elástica que se ajusta naturalmente ao tamanho do pênis do homem. Em alguns casos, quando a mulher já teve mais de um parto normal, por exemplo, ela pode ter sua estrutura alargada.

Muitas vezes, por conta disto, as relações sexuais podem ser prejudicadas, ou mesmo a mulher sentir dor quando transa, o que, logicamente, incomoda bastante.

Existem cirurgias corretivas nestes casos, tanto para a vagina como para vulva, que pode ter os grandes lábios, por exemplo, muito avantajados, podendo incomodar também na relação sexual, no andar de bicicleta, vestir uma roupa mais justa, etc.

São chamadas de cirurgias estéticas para a vagina e/ou para a vulva. 

Conheça agora os principais tipos de vagina

  • Vagina bem ao estilo de uma “boneca”:

Não é um tipo de vagina muito fácil de se encontrar não, mas é bonitinha, e o sonho de qualquer homem. Provavelmente por isto, leva este nome, de “boneca”. Nesse tipo, os pequenos lábios envolvem quase que totalmente os grandes lábios. Diz ai: não é uma vagina perfeita?

  • Vagina bem ao estilo de uma “cortina”:

Cortina? Como seria isso? Primeiro, para entender este tipo de vagina, esqueça completamente que a vagina “boneca” existe, porque na vagina “cortina”, tudo é bem diferente, podemos dizer até que “ao contrário”.

Na vagina estilo cortina, são os pequenos lábios que aparecem muito mais que os grandes, aparentando uma cortininha. Claro, não é uma “boneca”, mas é bonita e, aliás, é mais facilmente encontrada.

  • Vagina bem ao estilo de uma “tulipa”:

Bem isso, a vagina lembra mesmo uma tulipinha. Aqui, só para você entender, os pequenos lábios aparecem um tanto expostos, dando a impressão de que a vulva é uma tulipa, pronta para desabrochar.

Não é muito difícil de encontrar este tipo de vagina.

  • Vagina bem ao estilo de uma “vagina cheia”:

Muito procurada pelos homens, inclusive. Também é chamada de “vagina inchada”. Como os pequenos lábios são ligeiramente menores que os grandes, estes últimos acabam envolvendo os pequenos quase que na totalidade.

Mas não seria uma vagina boneca? Não, porque aqui ela fica mais cheia, como se estivesse inchada mesmo, mais gordinha, fofinha. Infelizmente, não é um tipo de vagina comumente encontrada.

Aproveitando, saiba 10 curiosidades sobre a vagina que todo homem deveria conhecer, em uma matéria  ejaculandocomcontrole.com. Muito bom!

A vagina muda com o tempo

Isto mesmo, a vagina muda com o tempo e com a idade. Aliás, isto já era de se esperar, acontece também com os homens, no caso do pênis. No entanto, é interessante que nós homens entendamos estas mudanças, para dar e sentir mais prazer.

Inclusive, falando nisso, você sabe como excitar uma mulher através de outras partes do corpo feminino, além da vagina?  Conheça então as 10 principais zonas erógenas da mulher em uma matéria do site machoemserie.com.

Voltando ao assunto da vagina, é importante perceber que estas mudanças na maioria das vezes são visíveis, como no caso da vulva da mulher, que pode apresentar aspectos diferentes em cada etapa da vida.

Isto ocorre por conta da variação na quantidade de colágeno, da idade, como já dito, flacidez devido ao envelhecimento, entre outros possíveis motivos. No entanto, estas pequenas alterações não atrapalham em nada nas relações sexuais com esta mulher.

É imprescindível para nós homens entendermos também que o corpo feminino não é apenas peitos e vagina, não é mesmo? Quer saber mais sobre aumento de libido, sexo, etc.? Então, confere outra matéria, agora do site homemdesaude.com, que fala a respeito.

Enfim, conhecer melhor o órgão genital feminino, seja a vagina ou a vulva, pode melhorar e muito as relações sexuais e com a sua própria parceira. Quanto aos tipos de vagina, claro, umas podem parecer mais atraentes que outras.

No entanto, o que vale mesmo é toda aquela excitação e o prazer que você vai proporcionar à mulher e vice-versa, certo?! Cátia Damasceno, do “mulheresbemresolvidas.com”, fala mais sobre os diversos tipos de vagina no vídeo “Estética Íntima da Mulher”. Dá uma conferida.

Você achou este artigo útil? Então compartilha, pode ser útil para mais alguém também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *