Qual a Importância do Hobby na Definição da Personalidade de um Homem?

Imagem: Russ Morris

Uma grande figura alemã que revolucionou o século XVIII em diante, gerador de controvérsias, embates intermináveis e uma separação incrível de seres humanos, se chama Karl Marx. E você concorde ou não com o que ele diz, terá que parar um pouco e pensar em sua afirmação que diz que o homem é produto do meio onde vive.

Rousseau, um pensador francês também já disse a famosíssima frase que fala sobre a boa natureza do homem que com ele nasce, mas que é corrompida pela sociedade ao seu redor. Juntando esses dois pensamentos, nós podemos chegar a um ponto interessante e que vai ajudar bastante ao ponto chave deste artigo, que é a importância do hobby e do entretenimento para a formação da personalidade de um homem.

Se pararmos para pensar e se esta verdade afirmada pelos dois europeus citados acima for mesmo procedente, podemos dizer que as vontades e as ações de homem dispostas sobre um tempo gasto podem ajudar na formação de sua personalidade.

E COMO O HOBBY E O ENTRETENIMENTO ENTRAM NESSA HISTÓRIA?

Bem, é muito simples. Quando um homem tem um hobby, geralmente ele faz algo que gostaria de fazer para ganhar dinheiro ou simplesmente esta é a sua segunda paixão.

Mas, geralmente é o primeiro caso, como escolher entre ser músico e engenheiro. Os dois podem ser conciliados, só que a segunda opção será a mais rentável, então a música fica como hobby. E você faz isso por que? Porque você se interessa com isso, você sente vontade pela música, você gasta seu tempo em ações relacionadas a ela. E quem faz música ouve música, algo como um entretenimento.

Este foi só um exemplo, mas quem faz tudo isso é influenciado no seu modo de falar, de pensar, de agir, de sentir. A música pode fazer isso como qualquer outro hobby ou entretenimento. E isto é mais importante do que você imagina.

Não se trata apenas de ocupar o seu tempo com algo legal, mas sim de definir a sua personalidade e o seu modo de olhar o mundo, por conseguinte, de olhar as pessoas e de alterar o seu tratamento em relação a elas.

SABENDO FILTRAR O QUE LHE CONVÉM

Se você tem objetivos relacionados a uma mudança de personalidade, então, terá que começar a pensar sobre aquilo que você vem fazendo atualmente. Não há mudança de personalidade sem mudança de hábitos. E mesmo que muitos digam que para você parar de fazer algo, primeiro você tem que sentir a necessidade disto, pode não ser uma regra. Você pode perceber depois que o que você fazia ou tinha na verdade não te ajudava muito em seus objetivos.

Geralmente quem olha para a sua própria personalidade está buscando uma mudança. Então, tente prestar atenção um pouco sobre o seu modo de se entreter. Nós nos entretemos com aquilo que nos preenche e sempre nós tentamos nos preencher com algo que nos agrade. Mas, se você está tentando parar de beber, por exemplo, não é nada legal frequentar festas com open bar. São mudanças de hábitos que fazem você mudar a sua personalidade, assim como também pode acontecer o inverso, os dois itens estão interligados.

Então, comece a tentar filtrar o que você consome e o que você faz. Se quiser se tornar numa pessoa mais calma, evite entretenimentos que forcem muito a sua mente e procure hábitos como a meditação, um contato mais prolongado com a natureza e um relaxamento maior de seu cérebro. Porque assim como a nossa família pode nos influenciar a ser um tipo de ser humano, aquilo que nós entendemos como entretenimento pode também nos ajudar a definir. Experimente passar um ano inteiro tendo como um hobby assistir televisão e veja os estragos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *