12 passos sobre como superar uma traição e seguir em frente

Suportar uma traição nunca é fácil. O desgaste emocional e a dor podem parecer infindáveis para muitas pessoas traídas. Mas não se desespere, neste artigo nós iremos ensinar como superar uma traição da forma mais saudável e madura possível. Então continue essa leitura pois isso pode ser libertador!

Como superar uma traição, seja qual for sua definição

Para algumas pessoas, ter um flerte ou uma conversa mais íntima com alguém já caracteriza uma traição. Bem como assistir pornô ou ter o desejo por outra pessoa, mesmo que não concretize o ato. Para outras, um beijo ou uma transa é que vão definir se houve ou não uma “pulada de cerca”. Nesse sentido, traição é algo relativo e pode variar de casal para casal. Por isso, todos os posicionamentos com relação a esse assunto devem estar bem claros durante a relação.

Mas, para todos os casos, mentir, enganar e ocultar acontecimentos já são evidências de que houve uma quebra da confiança, uma “traição do sentimento” do casal de forma consciente. E isso gera uma angústia, um sentimento de traição que precisa ser superado.

Só quem já foi traído por uma mulher que amava (ou ainda ama) sabe a dor que isso causa. O trauma pode ser tão grande que leva alguns caras a desenvolver problemas de confiança, por exemplo, o que prejudica seus novos relacionamentos. Mas isso não precisa acontecer, porque você não deve se resumir a esse acontecimento. E pode, sim, descobrir como superar uma traição e seguir em frente.

“Não seja o que fizeram de você.” (Logan)

E então você pode se perguntar, como superar uma traição quando você se sente com o peito apertado, com falta de ar, com os pensamentos à mil e uma sensação de que foi ofendido, enganado ou que perdeu o seu tempo?

Não importa como aconteceu e como você se sente agora, como superar uma traição envolve pensar no futuro com maturidade e sensatez. Confira o nosso passo a passo a seguir com 12 dicas sobre como superar uma traição e dar a volta por cima:

Como superar uma traição e recomeçar da melhor forma

Apesar de não ser uma tarefa fácil, é possível entender como superar uma traição. O que você precisa é de foco e determinação na hora de cumprir as dicas a seguir. Todos esses passos dependem exclusivamente de você, e não há quem possa fazer por você. Conte com o apoio de amigos, é claro, mas não se deixe levar por críticas e preconceitos. Por isso, não permita que ninguém influencie nas decisões que você tomará daqui para frente, seja firme e confie no bom senso.

1 – Cuidado com a primeira reação

Em situações como essas, é comum que os homens apelem para uma emoção comum: a raiva. Porém, agir a partir da raiva inicial é uma péssima decisão. Pode gerar violência e fazer você perder a razão. Então não corra esse risco!

Muito cuidado também com a ideia de se vingar. Expor a infidelidade aos amigos, colocar vídeos íntimos na internet, partir para a violência física, retribuir na mesma moeda… Essas atitudes só demonstram falta de maturidade e algumas delas são crimes!

Portanto, quando a raiva chega, a melhor saída é o distanciamento. Então peça um dia ou dois para pensar melhor e retomar a conversa depois.

2 – Não é sua culpa!

Então você não deve se sentir mal, incapaz, impotente ou culpado pelo que ocorreu. É muito fácil colocar a culpa em apenas uma pessoa. Mais à frente iremos discorrer sobre o que você pode ter ou não influenciado na decisão de trair. Mas tenha a clareza de que a culpa não é exclusivamente sua.

3 – Isso não significa que ela não te ame

É possível uma pessoa amar a outra e ainda assim trair? Sim, é possível. Algumas necessidades e preocupações acabam surgindo. Como crises de autoestima, inseguranças, tédio e até vontades justas, como a de sentir conexão humana. Segundo o livro “The Truth About Cheating” (a verdade sobre a traição), 92% dos entrevistados que traem não o fazem porque querem sexo, mas porque se sentem distantes ou desvalorizados por seus parceiros.

4 – Não tenha medo de discutir e conversar

Não adianta fingir que nada aconteceu. No entanto, na hora de falar sobre o assunto com sua parceira, evite entrar em detalhes pois eles prejudicarão o processo de cicatrização.

5 – Enfrente as causas da traição

Numa relação boa e saudável é pouco provável que a traição aconteça. Por isso, entender o porquê de ela ter te traído é mais produtivo do que julgar sem saber as causas.

É muito fácil transferirmos a culpa totalmente para os outros. Assim, simplesmente negamos a nossa participação nos fatos. No entanto, devemos ser honestos. Se você estava tratando mal a sua parceira, se você já a traiu, por exemplo, e agora soube que a sua gata traiu você, é preciso avaliar se o ocorrido não é um reflexo de suas próprias atitudes.

É claro que a situação poderia ter sido evitada, ela poderia ter conversado com você ou terminado a relação ao invés de trair, por exemplo. Mas tente entender se houve alguma falha na relação, um distanciamento emocional, brigas ou falta de atenção de sua parte que podem ter gerado carência em sua parceira e propiciado a traição.

Dessa forma, não apenas quem traiu precisa rever suas atitudes. Se você foi traído pode ter se descuidado na relação também. Pois, afinal, ambos têm responsabilidades sobre o relacionamento e algumas atitudes suas podem ter influenciado na decisão de trair. Sondando as causas da traição você pode perceber duas coisas: ou foi resposta a uma falha do relacionamento ou foi o resultado de uma falha de lealdade e honestidade da pessoa mesmo. O primeiro caso é mais simples de compreender, mas também é possível perdoar o segundo.

Mas… perdoar?

6 – Escolha perdoar independentemente se escolher voltar ou não

Há quem nunca perdoe e que guarde a mágoa por toda a sua existência. Mas há quem se liberte pelo perdão. Parece estranho falar de perdão para alguém que você julga não merecer isso. Mas é um erro comum das pessoas achar que o perdão é algo que se faz pela pessoa. Porque, na verdade, o perdão é um favor que você faz a si mesmo. Enquanto você mantém uma mágoa, você acha que está punindo quem te ofendeu. Você conta para as pessoas o que ela te fez, acorda querendo brigar e uma raiva te consome por dentro. Então, você pode achar que o perdão vai libertar a pessoa, mas, na verdade, liberta você desse peso!

Portanto, independentemente de voltar ou não o relacionamento com ela, perdoe, retire esse peso das suas costas. Liberte sua mente desses pensamentos. Pare de se sentir culpado ou de se vitimizar. E procure coisas para ocupar sua cabeça, como hobbies ou atividades com seus amigos. Essa é melhor forma de como superar uma traição.

7 – A traição não precisa ser o fim da relação

A traição não precisa representar precisamente o final da relação. O ideal é pesar na balança tudo o que vocês construíram até agora e o que a traição afetará no futuro. Se vocês acharem que vale a pena manter a relação e tiverem maturidade para lidar com a crise inicial, pode ser uma boa ideia continuar. Assim sendo, vale muito aquela pergunta: o que é mais importante, ter razão ou ser feliz? Proteger seu ego ou apostar na sua felicidade? Se você entendeu o que aconteceu por dentro do outro, seus motivos mais internos, por que você vai jogar toda a relação fora?

Se você ama a mulher com quem está junto e se ela se mostrar arrependida e aberta a tentar de novo, faça essa escolha por vocês.

A interferência de terceiros na relação pode pesar muito para alguns casais nesse momento. Mas cabe só a vocês tomar as decisões sobre o que fazer. Por mais que amigos e familiares opinem sobre a escolha de perdoar ou não uma traição, ficar ou não com a garota, a decisão deve ser apenas sua.

E, acima de tudo, o perdão deve ser verdadeiro. De nada vai adiantar você dizer que perdoou e ficar remoendo essa traição para sempre ou jogando na cara da sua parceira o ocorrido quando vocês estiverem discutindo. Por mais que essa não seja uma atitude fácil, você deve ser bastante maduro na hora de tomar a decisão.

8 – Aproveite a crise para reconstruir a paixão

Logo após decidir reatar, use a situação para crescimento. Pois, por incrível que pareça, crises são bons momentos para resgatar o desejo e o romantismo na relação. O que vocês sempre quiseram fazer juntos e sempre adiaram? Aproveite a oportunidade para fortalecer a união.

9 – Quando não vale a pena continuar

Primeiramente, você não pode continuar a relação após uma traição apenas porque vocês têm filhos. Ou por causa da sua família ou a da família dela. Ou por qualquer outro motivo que não seja exatamente o que você quer fazer. Muitas relações estão realmente acabadas e a traição só torna isso claro.

Então, caso você perceba que não vale a pena continuar, que o vínculo de vocês não é forte o suficiente para suportar isso ou que o interesse de vocês acabou, talvez seja mesmo o fim. Se vocês ainda quisessem fazer dar certo, valeria a tentativa, mas se não existe esse desejo, é melhor terminar. 

Leia mais: como terminar um relacionamento.

Se essa traição não afetar a sua confiança na mulher, é possível recomeçar. Porém, se você ficar desconfiado sobre qualquer coisa que ela fizer, isso não vai colaborar para o bem estar do relacionamento.

Além disso, você pode muito bem perdoar a mulher e mesmo assim não permanecer com ela. Isso quer dizer que você não guarda raiva nem mágoas dela mas também não a quer como sua parceira.

10 – Não adianta devolver com a mesma moeda

Se ela me traiu, nada mais justo do que trair ela de volta, certo? ERRADO! Não vai adiantar trair também, na tentativa de deixar vocês ‘quites’. Afinal, outro caso fora do relacionamento só vai gerar mais dor e frustração.

11 – Evite expor o problema para outras pessoas

Em todos os casos, não caia na tentação de contar para o mundo inteiro o que ela fez. Seja maduro e preserve a honra dela. Você também gostaria que fizessem isso por você se fosse o caso. É sendo um cara maduro e equilibrado que você demonstra exatamente o que ela perdeu (ou poderia ter perdido) ao magoar você. Isso resume como superar uma traição de forma sábia e seguir em frente, deixando ela livre para recomeçar também. E se você quiser recomeçar da melhor forma possível, resgatar sua autoconfiança e suas habilidades pessoais e de conquista, conheça o Efeito Alfa. Este curso de desenvolvimento pessoal masculino irá despertar o Macho Alfa que existe dentro de você, dando ensinamentos práticos de equilíbrio e confiança na vida e com as mulheres. Então, o que você está esperando para conhecer uma versão melhorada de si mesmo? Clique aqui e saiba mais.

12 – Dói, mas passa

Uma grande parte da dor envolve sentimentos de vergonha, culpa e posse. Às vezes, mais do que a traição em si, o homem se sente substituído ou incapaz de satisfazer uma mulher.

Agora, esse sofrimento pode parecer terrível. Mas milhares de pessoas já passaram por isso e sobreviveram. Outras até transformaram o acontecimento numa oportunidade de crescimento. Então aceite a situação e siga em frente! Se resolveu ficar na relação, faça dar certo! Se decidiu terminar, passe um tempo curtindo o fato de estar solteiro. E, quando chegar a hora, conheça mulheres interessantes  e recomece sem medo.

 

E então, o que achou dessa sequência de dicas? Fique sempre por dentro das nossas atualizações!

 

Até a próxima aqui no Macho em Série!

Comentários

    • Davi Ribeiro Responder

      Que bom que gostou, André! Muito obrigado. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *