Como saber se a gata que você está afim é uma mulher interesseira identificando 6 sinais de comportamento

Eu sei que tem muita mulher que é legal, interessante e simpática, mas também existe (e aos montes) a tal da mulher interesseira.

Muito provavelmente, você já teve a infelicidade de conhecer uma.

Certamente você já viu aquelas pegadinhas em que um homem aborda uma gata desconhecida na praia, na rua, ou qualquer outro local público e a mulher dá um fora no cara.

Nesse momento, ele entra em um carro esporte e ela volta atrás mostrando interesse.

Em seguida ele diz: “eu não curto mulher interesseira”.

Ainda tem aquela pegadinha do “Camaro amarelo” onde o cara está encostado no carro esportivo e simplesmente aborda as mulheres que passam.

Assim, ele constata que mulher interesseira existe, sim. Veja:

Claro que não podemos generalizar, tem muita mulher que realmente vale a pena investir e namorar.

Portanto, para não perder tempo com as mulheres erradas vamos mostrar como identificar uma mulher interesseira sem precisar exibir um carro esporte ou dinheiro.

Nós investigamos alguns sinais que elas deixam escapar e que entregam suas verdadeiras intenções:

1. Mulher interesseira diz que não é interesseira

Especialmente nas primeiras interações, muitas vezes dizemos o oposto do que somos.

É por isso que o comportamento e a linguagem corporal é mais importante que o discurso.

mulher interesseira

 

► Para saber como interpretar os sinais femininos e identificar a mulher que realmente está interessada em você, BAIXE AQUI O EBOOK Linguagem Corporal Feminina.

Uma coisa é você dizer que é uma pessoa espontânea.

Outra, bem diferente, é estrear a pista de dança sem beber ou sair de um lugar sem avisar os amigos e fazer coisas arriscadas, por exemplo.

Pois bem, se uma mulher diz para você que dinheiro não é importante, o que conta é amor, amizade, blá blá blá…

Há grandes chances de que ela seja o tipo de mulher interesseira da qual você deve fugir de qualquer maneira.

Mas calma! Não tome atitudes precipitadas, observe os outros 5 sinais que vamos citar.

2. Ela investe demais no visual e na estética

Nossa aparência reflete o que é importante para nós.

Uma mulher siliconada, com muita maquiagem, joias chamativas, salto muito alto, etc, tem mais chances de ser do tipo interesseira.

Quem é apegado a valores pessoais artificiais concentra-se bastante na própria estética.

Normalmente portam óculos escuros, bolsas e joias caras e chamativas tal como um celular grande e com capinha bem “cheguei”.

Mulher interesseira, geralmente, se veste para “parecer interessante”: com marca de grife ou de forma muito sensual (às vezes até vulgar).

3. Ela anda de nariz empinado

Pessoas interesseiras, em geral, têm pouco respeito por quem consideram inferiores ou inúteis – ou seja, gente que não vai lhes trazer vantagens em troca.

Têm uma postura arrogante e fria em relação até às próprias amigas, tratam muito mal até os caras que abordam com educação.

Elas não cumprimentam garçons, caixas, DJs, etc, exceto na tentativa de ganhar alguma coisa com isso.

Você pode perceber: as mulheres interesseiras são tão seguras de si que qualquer ser humano passa completamente despercebido.

Mesmo quando esse ser humano esteja avisando que a blusa de marca dela acaba de cair no chão.

4. Ela frequenta lugares que considera exclusivos

A mulher interesseira é bastante materialista e não gasta seu “precioso tempo” em festas ou baladas mais baratas, exceto, talvez arrastada pelo aniversário de uma amiga.

É evidente que a proporção de mulheres interesseiras é maior a depender da festa em que você está.

Quanto mais cara e mais exclusiva for a festa a possibilidade de haver mais mulher interesseira por metro quadrado é altíssima!

E se você conseguir abordar essa gata na balada, repare no papo: mulher interesseira, geralmente, concorda com tudo!

Elas querem te fisgar fazendo você acreditar que você é o dono da razão incondicional e que vocês dois estão no mesmo time.

5. Ela faz muitas perguntas sobre seus bens e conquistas

Mulheres interesseiras querem investigar você rapidamente fazendo perguntas – algumas diretas, outras nem tanto – para estimar quanto você ganha e quanto você tem.

mulher interesseira

Geralmente o script segue como abaixo:

• Você trabalha com o quê?

• Você veio de carro?

• Qual carro tem?

• Você gosta de viajar?

• Já foi a Nova York/Paris/Ibiza/Bali?

• Tem Instagram?

• Qual seu restaurante favorito na cidade?

• Onde você passou o réveillon/Carnaval/férias?

6. Ela pede presentes ou favores

Mulher interesseira não têm vergonha de pedir nada, inclusive e, especialmente, sem dar nada em troca.

Na balada, uma interesseira rapidamente vai dizer: “por que você não me paga um drinque?“.

Depois de dois ou três encontros, a interesseira vai constantemente pedir para você levá-la a lugares, sair para jantar, dar presentes para ela, ajudá-la a presentear amigas ou a resolver problemas domésticos.

Você acaba de adotar uma mulher sem escrúpulos e, ao invés de ser um namorado, ela te trata como um pai. Nesse momento você se pergunta: “Onde foi parar minha masculinidade?”

mulher interesseira

Estes são os principais sinais para identificar uma mulher interesseira. A questão é: você quer ficar com elas mesmo assim?

Como saber que a mulher não é interesseira?

Em muitos momentos podemos ficar duvidosos sobre a índole de uma mulher com a qual estamos interagindo.

Portanto, além de saber quais os sinais da mulher interesseira é preciso ter em mente que mulheres interessantes são aquelas que tem conteúdo para compartilhar.

Quando uma mulher interessante lhe perguntar sobre viagens ela, provavelmente, está querendo desenvolver uma conversa mais madura e cultural.

Além disso, você pode observar: uma mulher interessante faz questão de conquistar seus próprios bens e lutar diariamente para isso.

Não quer dizer que ela vá dispensar o romantismo de receber algum presente surpresa ou ser levada a um restaurante em um dia especial.

No entanto, muito provavelmente, ela vai querer compartilhar ao invés de abusar. Fique ligado!

– Este post foi inicialmente publicado em 01 de Fevereiro de 2016 e atualizado em 17 de Abril  de 2018 –

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *