Roupas para malhar: o que usar na academia para alinhar conforto e estilo

Fazer atividade física é importante para a saúde do corpo e da mente. E como todos os lugares que frequentamos, a academia também tem um código de vestimenta. Você não vai para a balada de chinelo, vai? As roupas para malhar na academia também devem estar de acordo.

Já conversamos muito aqui no blog sobre a importância de estar bem vestido. A roupa influencia diretamente no modo como as pessoas, incluindo aí as mulheres, te enxergam.

Além dessa questão estética, temos também questões funcionais envolvidas. Não dá para malhar de calça jeans porque elas limitam os movimentos do corpo.

Nesse artigo vamos abordar esses dois pontos: a vestimenta adequada para a prática de atividades físicas e como estar bem vestido para conquistar uma possível 10/10 que você vai encontrar. Afinal, a academia pode ser um bom lugar para conhecer mulheres de forma despretensiosa, por isso escolher a combinação certa de roupas para malhar é uma boa estratégia de conquista.

IMPORTANTE:

Antes de falar das roupas, precisamos falar de algo muito importante: não use perfume!

Sim, mulheres gostam de homens cheirosos, mas na academia e inevitável que você vá suar. E a combinação de perfume com suor pode ser fatal. Sério.

Tenho certeza que se você passar perfume e for malhar, o cheiro criado da mistura do perfume com o seu suor será capaz de nocautear você e todo mundo num raio de três metros de distância.

A melhor opção, nesse caso, é um desodorante sem cheiro.

Agora sim, vamos ao que interessa =)

Roupas para malhar com estilo: o que usar na academia

Ao se matricular na academia, alguns caras fiquem se perguntando qual é a roupa adequada para malhar. Aqueles que não se perguntam, acabam indo com bermudas florais e camisetas de blocos de carnaval, os famosos abadás.

A verdade é que para escolher as roupas para praticar exercícios você deve pensar também no conforto. É importante considerar o tecido, o tamanho da roupa e dá também para levar em conta algumas regras de bom gosto,  moda e estilo.

roupas para malhar

O cara que consegue harmonizar esses pontos tem muito mais chances de impressionar as gatas e, quem sabe, até descolar um encontro com alguma delas. A academia, na verdade, é um ótimo lugar para iniciar uma paquera. Todos estão malhando, suando, liberando endorfinas e feromônios por todos os lados.

Não existe lugar ou hora errada para chegar na gata, existe jeito errado de se fazer isso. Então, aproveitando que estamos nesse assunto, dá uma olhada nesse guia exclusivo que desenvolvemos para ensinar homens comuns, como eu ou você, a chegar em qualquer mulher, em qualquer situação. Clique aqui para acessar.

De volta ao nosso post, hoje vamos te ajudar a escolher as melhores roupas para malhar com estilo e conforto. Dá uma conferida e bom treino!

Cores neutras são sempre bem-vindas

Se você é daquele tipo de cara que não entende muito bem de combinação de cores (e quase todos nós somos), a melhor opção é montar um guarda-roupa neutro.

Nesse caso, as cores predominantes nas suas roupas para malhar devem ser cinza, preto e azul marinho. Branco também pode entrar na lista, mas preferencialmente para a camiseta.

No geral, essas tonalidades são muito fáceis de combinar. Se você quiser ousar ou colocar um pouco mais de cor, pode. Mas tome cuidado: mantenha uma peça neutra, a bermuda ou a camiseta, e escolha a outra colorida.

Escolhendo o short ideal

Como estamos em um país mais tropical, as temperaturas são altas na maior parte do ano. Por isso, é comum que os homens tenham mais bermudas do que calças de malhar no guarda-roupa.

Uma dica para não errar ao escolher o short é usar o seu joelho como ponto de medida: o short deve estar nessa altura ou uns três dedos mais acima. Nunca compre uma bermuda que ultrapasse seu joelho.

roupas para malhar

Fique atento também ao tamanho. Evite usar algo justo demais a ponto de atrapalhar seus movimentos, ou largo demais a ponto de ficar caindo. Ninguém na academia, mulher ou homem, é obrigado a ficar vendo seu cofrinho.

Sobre o material, opte sempre por tecidos leves, 100% algodão, dri fit ou poliéster. Esses tecidos também permitem uma melhor absorção do suor. Se você não se sentir confortável de short, troque por uma calça de um desses mesmos tecidos.

Em busca da camisa perfeita

Dentre as roupas para malhar, a escolha da camiseta é o mais importante. Novamente, prefira tecidos como algodão ou dri fit. Jamais opte por tecidos sintéticos, eles podem causar um cheiro desagradável e aí nenhuma gata vai querer chegar perto de você.

O ideal da camiseta é que, ao vestir, você consiga executar todos os movimentos, sem que ela fique “pegando” em nenhum lugar. Para escolher corretamente a camiseta você deve levar em consideração duas coisas:

O comprimento: a camiseta não deve ser muito curta, para evitar que ao levantar os braços sua barriga fique aparecendo. A manga também precisa estar alinhada e não deve pegar na dobra do cotovelo.

A cavidade da gola e da abertura para os braços (no caso das regatas): ambos devem manter um equilíbrio. Se pequenas demais pode apertar e causar desconforto, além de limitar os movimentos. Se forem muito grandes acabam por mostrar seus mamilos. Embora isso seja muito visto atualmente, é deselegante e as minas não curtem.

roupas para malharNa verdade, a regata talvez não seja uma peça que caia bem em todos os homens. Homens com braços muito finos, por exemplo, podem encontrar uma certa dificuldade para usar regatas. Claro que, conforme você for intensificando o seu treino na academia, seu braço vai ganhando forma.

Para acelerar o processo de transformação de gordura em músculo, é importante que os níveis de testosterona no seu organismo estejam elevados. A testosterona, principal hormônio masculino, é responsável por ajudar na queima de gordura e ao mesmo tempo, aumento da massa muscular.

Uma forma eficaz de manter a testosterona em alta no organismo é manter uma alimentação saudável alinhada ao uso de suplementos naturais. Para saber sobre os benefícios de manter a testosterona alta, clique aqui.

Esqueça as estampas

Florais e estampas coloridas e psicodélicas podem ser a coisa mais usada… nos anos 1990. Hoje em dia essa moda passou, e tanto bermudas como camisetas cheias estampadas, incluímos aí os abadás, devem ser evitados na academia (e em qualquer lugar que não seja um bloco de micareta).

Essas peças passam uma imagem de uma cara largadão demais e, acredite, isso não é nada atrativo para as mulheres. O melhor mesmo é seguir o que falamos no começo e ficar com camisetas lisas e de cores neutras.

Use tênis esportivos

Escolher o sapato adequado também é importante. Não use sandálias, sapatos ou botas na hora da malhação. Além de ser estranho esteticamente, pode prejudicar sua postura em alguns exercícios, ou forçar o joelho em uma corrida na esteira.

Quando começar a procurar por seu par de tênis, verá que existem milhares de modelos disponíveis no mercado. O ideal é usar tênis esportivos mesmo, com amortecedores para evitar impactos no joelho.

A maioria deles têm várias cores, versões com mola e outros acessórios. Nesse ponto, escolha aquele que mais tem a ver com você. Lembre-se que se optar por um modelo com muitas cores, tente sempre usar roupas neutras com ele para manter um equilíbrio.

Não se esqueça das meias

Aposto que você já estava se esquecendo, não é mesmo? Mas as meias também fazem parte do figurino e são peças importantes das suas roupas para malhar.

Aqui não tem o que argumentar, as meias têm que ser 100% algodão para absorver completamente o suor dos pés. Meias de tecidos sintéticos como as sociais, por exemplo, vão te causar um tremendo chulé.

roupas para malhar

Você pode escolher daquelas meias invisíveis, que acabam ficando escondidas dentro do tênis, ou meias soquetes, que vão aparecer um pouquinho. Se usar bermuda, evite meias longas. Fica esquisito.

Seguindo essas sugestões, com certeza, você irá para o seu treino muito bem vestido! Se mesmo assim restou alguma dúvida, conte pra a gente nos comentários abaixo. E se gostou do artigo, compartilha com os amigos.

Um abraço e até breve!

 

Este post foi inicialmente publicado em 9 de dezembro de 2015. Foi atualizado e reeditado em 30 de março de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *