Ela quer casar e eu não. O que faço?

Chega um momento no relacionamento que a mulher demonstra que quer casar, mas você não está pronto, e aí? o que fazer?

Bem, eu já passei por esse dilema e digo, com segurança, que existem duas formas de encará-lo: uma fácil e outra difícil.

A fácil é quando você está com uma mulher que não é a certa para você (por motivos diversos que vamos ver em seguida), e a difícil é quando você gosta de verdade da garota.

Nestes dois casos vamos explicar exatamente o que deve fazer.

Quando ela não é a mulher certa

Você já devia ter terminado com ela. Enrolar o trouxe até essa situação.

Ah, mas você nem sabe se ela é a mulher certa para você, não é?

Muito bem, o primeiro a pensar, por mais piegas que possa parecer, é se você gosta dela de verdade e vocês dão certo juntos.

Sim, você deve avaliar se gosta dela muito, o bastante para casar com ela e, caso decida terminar, se sentirá saudades? Responder não para qualquer uma dessas perguntas significa que você pode encerrar essa história de casamento rapidamente, acabando com seu relacionamento.

Digo isso porque, quando uma mulher quer casar, não se trata de uma conversa simples. Para tirar isso da mente dela, você vai ter muito trabalho. Se não há necessidade de passar por isso, não passe!

Quando você gosta da gata de verdade, mas não quer casar

Aqui as coisas começam a ficar complicadas.

Muito bem você gosta dela de verdade, só não quer casar ainda. O primeiro passo é explicar isso para ela sem parecer que está dando um “fora” nela.

Jamais diga “não” curto e grosso! Como se ela tivesse feito o pedido e você recusado.

Sempre comece a conversa em modo explicativo com algo como “Veja bem…”, ou “vamos conversar sobre isso…”. Em seguida é hora de jogar com ela.

Mostre que ainda não é hora para isso

Não vivemos mais em 1950. Hoje em dia devesse pensar bastante antes de casar. Não são poucos os namoros que duram anos, se preparando de forma consciente antes de dar o passo definitivo.

Se vocês dois ainda não possuem nenhum bem como carro ou imóvel, dinheiro em poupança, ou ainda, nem se formaram no curso superior, coloque todas essas coisas à frente do casamento.

É essencial que você fundamente as prioridades de forma racional e direta, para quando ela apelar ao amor de ambos, você tenha argumentos para dizer, diretamente ou não, “que o amor não basta para manter um casamento”.

Assim você demonstra que pensa no futuro de ambos e na duração do casório. Se tiver algum exemplo de como a vida a dois de maneira apressada pode acabar com um relacionamento que vinha bem quando apenas namoravam, não pense duas vezes e cite este caso como exemplo de seu argumento.

Eu, por exemplo, tenho o exemplo de um primo que namorou por 8 anos. Foi só casar que tudo acabou em um ano e meio.

Detalhe: eles se prepararam financeiramente. O que nos leva a questão final para evitar um casamento e continuar com a gata.

Problemas de relacionamento não resolvidos

Todo casal possui problemas de relacionamento, e o ideal é resolver a maioria deles antes de casar.

Claro, é impossível resolver tudo, mas se houver muitos, ou um que seja grande demais, como ciúme em exagero, diga a ela que nada de casamento antes de resolverem seus problemas.

Meu primo se casou com uma mulher ultra ciumenta e, para piorar, meu primo não conseguia parar de agir como homem solteiro, saindo com muita frequência com seus amigos para cerveja (ninguém deve parar de ver os amigos, mas depois de casado, a agenda deve se adequar à nova realidade, caso contrário continue solteiro que é melhor).

Se não tiver um problema emocional forte, crie um.

Usando questões importantes referentes a questões financeiras e emocionais, já escapei de mais de um pedido. E elas aceitam o argumento, pois é sensato pensar nessas coisas antes de subir ao altar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *