Depilação masculina: Guia Prático com 6 Métodos Simples

Curtiu o Texto?

Depilação masculina durante muito tempo foi um verdadeiro tabu. Muitos homens, que até se depilavam, não costumavam comentar sobre o assunto. Hoje, inclusive, ainda é assunto polêmico para alguns até hoje.

Mas a verdade é que a depilação masculina é absolutamente normal e, além do quesito estético, também pode, em algumas situações, incomodar no próprio dia-a-dia do homem.

E por ser tão normal, está deixando, aos poucos, de ser tabu pois, afinal, não interfere em nada na masculinidade do homem, muito pelo contrário, pode deixa-lo mais másculo, mais bonito e sexy, inclusive. E qual mulher não se derrete com um homem sexy?

Depilação masculina: quando fazer?

Quando fazer é um assunto exclusivamente pessoal, vamos combinar. Tem homens que não gostam de pelos nas axilas, outros possuem pelos de forma desinforme no peito e, esteticamente, acham feios e outros ainda retiram todos os pelos das costas, do púbis, etc.

Seja qual for o seu caso, é você quem vai dizer quando a depilação é necessária. Se está te incomodando, tire. Caso não, deixe como está. Repetindo: isto não interfere na masculinidade do homem.

Em alguns locais, como nas axilas e no púbis, os pelos têm certa função corporal, que é exatamente reter os fungos e bactérias presentes nestas regiões.

De qualquer maneira, recomenda-se não retirar 100% dos pelos em tais locais, principalmente na região genital. Se você quiser saber mais sobre os prós e os contras da depilação masculina, confere uma matéria do site terra.com que fala mais a respeito.

O método de depilação pode ser o mesmo para todas as partes do corpo?

Não exatamente. Existem regiões muito sensíveis e que podem exigir métodos de depilação menos agressivos. Atualmente, existem muitos métodos de depilação com cera, lâmina, laser, fotodepilação, cremes depilatórios, entre outros.

É preciso entender, no entanto, que o corpo masculino é diferente do feminino, a começar que os pelos, em geral, são mais grossos que os da mulher, por exemplo.

Então, confere abaixo os 6 métodos bem simples para que você possa garantir a sua depilação com total segurança e sem estresse.

Obs.: com relação à depilação dos pelos pubianos, por exemplo, saiba dos possíveis riscos em uma matéria do BemEstar no site do G1.com. Não fique com dúvidas a respeito.

Leia Também: Os 7 Alimentos para Ganhar Peso com Mais Saúde

Os 6 métodos de depilação íntima masculina

Existem muitos mitos e verdades em torno da depilação masculina. Isto, muito provavelmente, se deve ao fato de que até certo tempo atrás depilar-se, para o homem, era um verdadeiro tabu e geralmente tinha que ser feito às escondidas.

Felizmente, isto mudou e, inclusive, os métodos de depilação voltaram-se e muito para as necessidades masculinas. Então confere:

As máquinas elétricas:

Para algumas regiões do corpo, são muito práticas, principalmente para fios maiores. No entanto, se você pretende raspá-los por completo, as máquinas não conseguirão fazer isto com eficiência.

  • Duração: usando uma máquina elétrica, os fios nascem rapidamente. A depilação, neste caso, terá que ser dia sim, dia não.
  • Eficiência: resolve rapidamente o problema, caso você tenha, por exemplo, que ir à uma festa, pois não costuma causar irritações na pele nem vermelhidões aparentes.

As ceras quentes:

É um verdadeiro terror para os homens. Muitos, só de ouvirem falar, já saem correndo. Mas é verdade, elas doem muito, mas são eficazes. Atualmente existem algumas marcas de ceras para depilação que são voltadas para o público masculino.

Estas ceras são mais grossas e possuem agentes analgésicos que reduzem significativamente as dores ao puxar a cera com os pelos.

depilação masculina

Você tem dúvidas ainda sobre o que é melhor: raspar, aparar ou deixar ao natural? Tem uma matéria muito interessante que fala exatamente disto, machodeverdade.com. Vale a pena dar uma conferida.

  • Duração: os pelos demoram mais para nascerem. Em certas regiões, podem demorar 3 semanas até.
  • Eficiência: não é tão eficiente pois ao depilar-se com cera podem surgir irritações leves na pele e/ou um pouco de vermelhidões. Apesar de durar mais tempo sem a necessidade de outra depilação, você pode não conseguir se depilar e sair logo em seguida para uma festa ou evento, por exemplo.

A depilação com lâminas:

É a forma mais usual de depilação, afinal, já no banho você consegue fazê-la. Prática e, de certa forma, eficiente. Como no caso da cera, existem aparelhos específicos para a depilação masculina.

Não é muito aconselhável utilizar o mesmo aparelho de barbear, nem ir direto com a lâmina em fios grandes. Corte-os antes com a tesoura e só depois passe a lâmina específica para depilação.

  • Duração: dura pouco. Como no caso da máquina elétrica, dia sim, dia não, você terá que se depilar.
  • Eficiência: é eficiente pois, raspou, pode sair tranquilamente.

Depilação a laser:

Podemos considerar este método como um pouco mais doloroso e um tanto mais caro. Outra coisa que você precisa levar em consideração é que os pelos não cairão na primeira sessão. Muito provavelmente você terá que fazer de duas a três sessões de laser.

  • Duração: duram relativamente um bom tempo, mas menos que a cera, por exemplo.
  • Eficiência: pouco eficiente, pois exige múltiplas sessões. Quer saber mais sobre o assunto? O médico dermatologista Dr. André Couto fala sobre os mitos e verdades da depilação a laser no site bahianoticias.com. Confere lá.

Os cremes depilatórios masculinos:

São perfeitos, principalmente para quem não suporta mesmo as dores de uma cera quente. Estes cremes são voltados especificamente para os homens. Em geral, possuem uma certa química que pode causar irritação na pele e, convencionalmente, sugere-se fazer um teste antes.

Eles queimam os pelos.

  • Duração: duram relativamente bem, ficam entre o laser e a cera quente.
  • Eficiência: não é muito eficiente, pois pode causar leves irritações e alguns vermelhidões. Não é aconselhável para pelos pubianos.

E por falar em pelos pubianos, você pode achar que eles incomodam na hora do sexo. Enfim, pode mesmo ser um erro grave mantê-los, sabia? Aqui ejaculandocomcontrole.com, tem uma matéria que fala mais sobre o assunto.

A fotodepilação:

A fotodepilação é muito parecida com o laser. Baseia-se na aplicação de luz cauterizadora, que afina, mas não elimina totalmente os pelos do seu corpo, além de ser um método um tanto caro.

Por afinar os fios, são necessárias múltiplas sessões para que você possa se ver livre deles.

  • Duração: é o método mais durável, podendo levar até anos para que novos fios surjam.
  • Eficiência: pouco eficiente, tendo visto que são necessárias várias sessões para alcançar seu objetivo.

Depilação também faz parte da higiene íntima masculina

Em certas regiões do corpo masculino, a depilação entra como um processo de higienização do homem, ou seja, deixa de ser um fator meramente estético.

Na região genital, por exemplo, não é aconselhável deixá-los crescer desordenadamente, pois torna a região mais quente e mais suscetível à multiplicação de fungos e bactérias.

Confira 6 dicas para ter uma boa saúde íntima masculina no site homemdesaude.com.

Alex Cursino, blogueiro de moda masculina, fala mais sobre a depilação masculina no vídeo abaixo. Confira:

Se este artigo foi útil para você, aproveita e compartilha ele. Pode ser útil para mais alguém também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *