Tem dificuldade de ereção? Acabe com o problema hoje adotando 5 hábitos saudáveis

A impotência sexual é uma disfunção que atinge grande parte dos brasileiros. Mas engana-se quem acha que a dificuldade de ereção atinge somente homens mais velhos. Sim, a chegada dos 40 facilita o surgimento do problema, mas é fato que os jovens também estão sujeitos a sofrer com a desordem.

Isso acontece porque os fatores que podem causar a dificuldade de ereção são os mais variados. Podem ser tanto causas físicas como psicológicas. E ao contrário do que muitos pensam, não tem nada a ver com falta de excitação.

A impotência sexual pode estar ligada a fatores físicos, como problemas de circulação ou uma lesão na medula espinhal. Mas também a fatores psicológicos como estresse e falta de confiança.  Hábitos diários e estilo de vida também podem comprometer a qualidade das ereções masculinas.

A dificuldade de ereção, ou até mesmo a falta dela, pode levar ao constrangimento e, consequentemente, afetar a autoestima. Quando passa a ser um problema frequente, o homem começa inclusive a evitar situações que podem levar a um momento mais íntimo entre ele e a parceira. O homem então passa a ter uma vida sexual inativa, ou até inexistente, pois não se sente seguro em relação ao seu desempenho na cama

Mas então, como identificar a causa e tratar o problema de forma efetiva?

Tenho dificuldade de ereção. E agora?

A dificuldade de ereção é, na maior parte dos casos, diagnosticada pelo próprio homem. A maioria, por sentir vergonha, não busca ajuda, o que acaba piorando o quadro.

O primeiro passo é admitir o problema. Como falei, por constrangimento o homem tenta mascarar a situação e assim ela nunca se resolve. A busca por tratamento deve ser voluntária.

Muitos dos casos de dificuldade de ereção são por consequências psicológicas, como estresse, ansiedade e insegurança. O medo excessivo de falhar também é um forte influenciador do problema.

O que deve ser observado inicialmente é quando a dificuldade de ereção começou a se manifestar. Cabe então uma verdadeira investigação para identificar a causa e assim buscar o tratamento adequado.

Caso o problema tenha surgido depois de um procedimento cirúrgico ou depois de começar a tomar algum tipo de medicação, procure seu médico. Alguns remédios, como antidepressivos, têm como efeito colateral a disfunção erétil.

dificuldade de ereção

Também é possível que a dificuldade de ereção seja causada por uma deficiência hormonal. Nesse caso, é necessária a realização de exames para verificar se os níveis de testosterona estão regulados.

Doenças como diabetes, hipertensão, aterosclerose, ou outras que afetam o sistema circulatório também podem ser responsáveis pela impotência sexual.

Portanto, antes de achar que o problema não tem solução, procure entender que essa é uma situação temporária. A disfunção erétil é sim uma doença, mas existe tratamento, e ele é mais simples do que você imagina.

Como manter (e melhorar) a ereção de forma natural

Como vimos, existem inúmeras possíveis causas que levam um cara a desenvolver a dificuldade de ereção. Algumas dessas causas talvez fujam ao nosso controle, como no caso de procedimentos cirúrgicos que causam lesões que prejudicam o sistema nervoso. Mas este é um caso isolado, difícil e acontecer, mas que também tem tratamento.

Fora isso, existem pequenas mudanças de hábitos que podemos adotar para que nosso corpo funcione de forma equilibrada. Fazendo isso, é possível não só prevenir problemas de saúde (e de ereção) futuros, como também acabar de vez com a dificuldade de ereção.

#1 Alimente-se bem

Uma alimentação saudável é a base para que nosso corpo, essa máquina maravilhosa, funcione perfeitamente.

Comece diminuindo a gordura, pois o excesso obstrui as veias e dificulta a circulação sanguínea. Só isso já é suficiente para matar suas ereções. Diminua também o açúcar, pois ele acaba se transformando em gordura no seu corpo.

Procure se alimentar de forma balanceada. Verduras, legumes e frutas devem fazer parte constantemente do seu cardápio. Tudo isso vai ajudar para que seu pênis funcione melhor.

#2 Mantenha os níveis de testosterona equilibrados

Todos sabem que a testosterona é o principal hormônio masculino. E Uma de suas principais responsabilidades no corpo de um homem adulto é manter a libido e a potência sexual em alta. Portanto, mantenha seus níveis equilibrados.

Uma forma de garantir que a produção natural do hormônio no corpo esteja funcionando corretamente é através da alimentação e de suplementos naturais. Magnésio, zinco, vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina D e vitamina E, presentes nesses suplementos, incentivam seu corpo a aumentar a produção de testosterona.

Além de ajudar nas questões sexuais, a testosterona também vai te dar mais disposição e energia para o dia-a-dia. Diminuir os níveis de estresse e fazer com que você tenha mais disposição para a vida!

dificuldade de ereção

Outro ponto importante dos suplementos: além de vitaminas essenciais para o equilíbrio hormonal, eles também contêm ervas afrodisíacas como maca peruana, catuaba e marapuama. Logo, os suplementos além de fazerem bem para a saúde, melhoram sua performance sexual.

Clique aqui e conheça mais benefícios dos suplementos naturais para o corpo.

#3 Saia da inércia

Um corpo que está parado tende a continuar parado até que uma força se exerça sobre ele e o submeta à ação. Isso é inércia.

Agora imagine que você é o corpo parado e a dificuldade de ereção é uma força que te obriga a sair do lugar e fazer alguma coisa. Pense na disfunção erétil como uma motivação para praticar atividade física regularmente.

Ao se exercitar, o corpo aumenta o fluxo sanguíneo em toda a sua extensão, inclusive no pênis. Ou seja, fazer exercício físico realmente melhora a sua função erétil.

A atividade física também ajuda no aumento da produção de testosterona no organismo, que ajuda a queimar gordura, e que ajuda você a ficar saradão. E não acaba aqui. A endorfina, o hormônio do bem-estar, é produzida pelo nosso cérebro antes e durante a atividade física. Ela melhora o sistema nervoso, reduz a depressão, o estresse e a ansiedade, e eleva a autoestima.

E como se tudo isso não bastasse para te convencer a praticar atividade física, ainda acrescento que a academia pode ser um ótimo lugar para conhecer mulheres.

#4 Diminua o álcool, o cigarro e as drogas ilícitas

É óbvio, mas não quero pecar pelo excesso.

Existem inúmeros estudos que comprovam que substâncias como álcool, tabaco e outras drogas causam, além da dificuldade de ereção, diversas outras doenças gravíssimas.

Se você tem o hábito de consumir qualquer uma dessas substância, saiba que isso pode estar comprometendo seriamente seu desempenho na cama. Se você tem dúvida, faça um teste. Experimente parar por um mês e você já poderá notar melhoras significativas na sua potência sexual.

#5 Cuide da sua saúde (física e psicológica)

Todas as dicas que demos até agora são cuidados essenciais com sua saúde física. E realmente não tem erro, alimentação, exercícios e não abusar de substância nocivas é o básico para garantir que todo o seu corpo funcione.

E automaticamente, ao cuidar da parte física, a parte psicológica também fica bem. Quando você começa a comer bem, começa a fazer esportes, vive uma vida mais saudável e tem seus níveis hormonais equilibrados, corpo e mente funcionam juntos.

dificuldade de ereção

Tudo isso vai ajudar para que você tenha noites de sono melhor, para que tenha mais disposição para as tarefas cotidianas como trabalhar e estudar. Consequentemente, seus níveis de estresse e ansiedade diminuem, e sua autoestima e confiança aumentam.

Tudo isso acaba se transformando numa espiral positiva que se reflete no seu desempenho sexual. Se quando tudo está um caos a sua performance na cama é um desastre, quando seu corpo e sua mente estão alinhados a sua potência vai ao máximo.

Portanto, procure sempre cuidar do corpo e da mente.

Espero que você coloque essas dicas em prática. Um abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *