3 artes marciais que podem melhorar sua mente e seu corpo

Todos estão à procura do melhor físico possível e de uma saúde mental satisfatória. E se essas duas metas puderem ser conquistadas juntas, seria melhor ainda, não é verdade?

Mas o fato é que existe uma maneira perfeita de se trabalhar corpo e mente simultaneamente e de forma muito eficaz: as artes marciais.

Embora estejam muito em voga no momento, pela popularização dos campeonatos de artes marciais mistas, a verdade é que essas lutas já fazem parte da história da humanidade há muitos séculos e têm trazido inúmeros benefícios para seus praticantes.

As origens e práticas são muito variadas, mas têm um ponto em comum: todas deixam seus praticantes muito melhores do que antes.

Quer conhecer melhor algumas delas e escolher a que mais se encaixa no seu perfil?

Leia também: 5 Dicas para não estragar tudo numa conversa

JUDÔ

O judô é uma arte marcial muito difundida pelo mundo, sendo indicada especialmente para crianças.

Seu nome significa “caminho suave”, e seus objetivos vão muito além de desenvolver apenas a parte física.

3 artes marciais que podem melhorar sua mente e seu corpo.

O aumento das capacidades mentais e espirituais de forma integrada com a corporal, através de um processo de desenvolvimento de técnicas de defesa pessoal, é a real intenção dessa arte.

O fundador da prática, Jigoro Kano, reuniu a essência de diversas artes marciais do Oriente e as fundiu em uma técnica única e básica, que continua fazendo a cabeça de muitos adeptos pelo planeta.

No final do século XIX, o judô foi considerado esporte oficial do Japão e introduzido no treinamento oficial da polícia japonesa.

De acordo com o fundador, a vitória na luta deve representar sempre uma evolução espiritual.

Leia também: Ligar ou Mandar Mensagem? Saiba qual surte mais efeito com as mulheres

JIU-JÍTSU

Conhecido como “arte suave”, o jiu-jitsu tem origem no Japão, e é semelhante às antigas artes orientais que deram início ao judô.

As artes marciais auxiliam no seu autodesenvolvimento.

Foi nas mãos da família brasileira Gracie, porém, que a arte realmente se aperfeiçoou. O jiu-jítsu basicamente utiliza técnicas de torções, alavancas e pressão para derrubar e imobilizar o oponente, fazendo com que ele desista do combate.

A intenção é usar a própria força do adversário contra ele mesmo e sempre agir em defesa própria, nunca atacando.

Vale a pena acrescentar que crianças problemáticas e com conflitos de autoestima são o público ideal para a arte, pois ela aumenta a autoconfiança e diminui a agressividade.

Isso quando a técnica é ensinada por um professor que realmente segue a filosofia da família Gracie, é claro.

Leia também: Os Prejuízos da Ejaculação Precoce no Relacionamento

KARATÊ

Essa arte marcial japonesa ganhou muita popularidade no Brasil em décadas passadas e agora vem recuperando espaço.

Com movimentos diretos e incisivos, seu repertório técnico abrange diversos golpes que vão de socos, chutes, joelhadas e técnicas de projeção até bloqueio e imobilização.

Mente e corpo unidos para conquistar uma vida em equilibrio.

A ênfase varia de estilo para estilo, mas existe um modelo pedagógico típico que é muito interessante e elogiado. O carateca deve desenvolver uma disciplina rigorosa, filosofia e ética, além do progresso físico propriamente dito.

Quanto mais graduado, mais se espera que ele seja um exemplo moral para todos e que se desenvolva espiritualmente na mesma proporção.

Conhecendo melhor essas artes marciais, já é possível perceber que elas trazem ganhos muito maiores do que somente físicos.

Assim, você evolui mentalmente na mesma medida em que fica mais forte e saudável. Se você se interessou por esses benefícios, procure a academia mais perto de você e inicie naquela que você mais se identificou. Dessa forma, um corpo são e uma mente sã sempre andarão lado a lado!

E você, já praticou alguma arte marcial na sua vida? Tem vontade de começar? Deixe seu comentário e conta pra gente quais são suas experiências e dúvidas relacionadas a essas práticas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *